quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Diario de um Bitologista part 2



Video Cedido e filmado por Mak_da_P e Pode ser visto em http://www.makdap.blogspot.com/

A Cor da Amizade


Inicialmente feito pra o album do A2, A Cor da Amizade, como o título sugere tinha a obrigação sonora de satisfazer sentimentos de Amizade á sério que foi o tema escolhido pra a nunca mais repada música do album de A2 com a participação dos F&G. Amizade é uma coisa tão séria como a Vida, por isso o beat não quer brincadeiras, sério, bonito, e calmo. Pra transmitir a beleza que tava a sentir nesse dia precisei de duas secções de Rhodes, uma que falasse e outra que fizesse o ambiente. A viola que aí esta representa as noites que passei acordado com os meus "melhores" a descobrir o mundo e Ordem Geral da Coisas. Este beat signifia muita coisa... Tanta que só poderia estar no Bitologista...!!!

enjoy It.


O Som do Mestre

O Mestre de k se fala é sem dúvida alguma o maior de todos os tempos nesta arte de beats, o Mestre dos Mestres J Dilla. Este orgão inicial, faz lembrar o som k ele usou vezes sem conta em vários beats, mas principalmente no album Welcome to Detroit (Shake It Down, Y'all ain't ready ). Inicialmente nem pretendia mete-lo aki, estava a fazer um beat qualquer e derrepente notei que esta melodia poderia ser a principal de um beat totalmente futurista e Dillista, sem mais demoras apresento o Som do Meste Dilla...

Enjoy It

Gringo

04.10.06 dia da Paz



My Queen

Inspirado a 100% na Tânia Marisa, um som sonhador, lover e altamente melódico. Sem sombra de dúvidas um clássico NuSoul da minha cabeça. De cada som k se ouve, procurei imaginar o cenário perfeito, a cor perfeita numa tarde perfeita, a composição levou algumas semanas, dado o seu valor sentimental e necessidade de kere faze-la a melhor de todas(nakela altura). Ficha técnica seria maçadora, sem mais palavreado My Queen!!!

Edson J a.k.a Gringo algures em 2006

Music...Luv...Life




O Homem que anda Na Chuva

Outra bitologia feita á contar com o projecto "Preserve The Music", a ideia era fazer um beat com tons afro, mas ao mesmo tempo jazzifica-lo com as notas. Primeiro fizeram-se estes drums com um certo gingar de alguem a caminhar pra algo decisivo, com a percurssão, adicionou-se áfrica, mas o beat tava muito longe ainda de ser concluído. Naquela altura eu começava á descobrir que numa música existe sempre uma nota que pode ser tocada continuamente sem desafinar, procurei dar asas as minhas descobertas, mas não tava satisfeito apenas com uma nota, decidi aventurar-me mais um pouco e criei uma escada a subir e a descer baseada na nota contínua desta música, daí surgiu esta chuva, pra molhar mais adicionei delay e reverb, dois primos inseparáveis na música moderna que deram o toque de chuva que aki faltava... A inspiração momentânea ditou todos os orgãos, mas o baixar elegante de nota que se fez no bass, esse foi fruto de ouvir muita coisa boa e maluca na minha vida. Isto em 2006 nos princípios...

Já em 2007, depois de escutar mais coisas malucas e boas, com influências dos espantosos JAZZANOVA, fazer um Dnb surgiu com a maior naturalidade do mundo, só que era preciso não deixar a chuva de fora, por isso, continuei com ela, fui buscar o meu instrumento favorito RHODES! O resto foi bitologia, love e dopness, vinda de escutar coisas boas e malucas...

Gringo

01.11.07 14:22



Rapness

Rapness, um beat feito ao estilo mais tradicional nos tempos em que eu era mais tradicional, é de se notar também que todos os sons, excepto a viola que é um sample, são nativos do FL(coisa rara estes dias!). Drums clássicos como quem diz, simples, sons futuristas que fazem lembrar Daft Punk nos pads (acredito que tenham sido uma real influência nesse tempo), e rhodes, always rhodes...Rapness aí está, um beat em que realmente dá pra repar.

Peace

Music..Luv..Life

Gringo 12.11.07, 10:14

Um comentário:

  1. Ok! Gramo da maneira como organizas os teus samples ou melhor sao samples ou tocas? O meu favorito eh "uma tarde em paz", talvez por causa da voz que faz os coros eh simplesmente fenomenal! Enfim, como posso ter o vosso som?

    Paz!

    ResponderExcluir